Palestra 3: O Ensino de Engenharia no Continente Europeu: Um Comparativo Entre o Modelo de Bolonha, de Maastricht, de Allborg e o Modelo Francês.

Eng. Mec. ADEMYR GONÇALVES DE OLIVEIRA (D.Sc.) - http://lattes.cnpq.br/2412022804587452: Possui graduação em Engenharia Mecânica, mestrado e doutorado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Uberlândia (1999). É professor da Universidade Federal de Goiás e atualmente é Vice-Diretor da EMC – Escola de Eng. Elétrica, Mecânica e Computação da UFG. Tem experiência na área de Projetos de Mecânicos, com ênfase em Dinâmica da Rotação, Vibrações e Acústica. Atualmente atua nos seguintes temas: segurança veicular, acústica e projeto de sistemas mecânicos.

* RESUMO DA PALESTRA: A palestra apresenta uma comparação entre as principais metodologias e filosofia de ensino aplicadas à formação de engenheiros no Continente Europeu. Logo após à formação da Comunidade Econômica Europeia houve a necessidade da padronização mínima da formação profissional das diversas áreas do saber, já que esses profissionais poderiam atuar livremente em qualquer país do bloco econômico. Verificou-se então o confronto das quatro principais correntes que norteiam a organização do ensino superior, em especial aplicados às engenharias. Nesta palestra será abordado o modelo de Bolonha, elaborada em 1999; o modelo Francês, o modelo da Universidade de Maastricht (Holanda) e o modelo da Universidade de Allborg (Dinamarca).