Palestra 1: PERSPECTIVAS PARA AS NOVAS FONTES RENOVÁVEIS DE ENERGIA NO BRASIL - UMA VISÃO ACADÊMICA E INDUSTRIAL

Prof. PhD. CLÁUDIO MELO - http://lattes.cnpq.br/0756134184225958. Possui graduação em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Santa Catarina (1977). Mestrado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Santa Catarina (1980). Doutorado em Applied Thermal Engineering - Cranfield University (1985). Atualmente é professor titular da Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de Engenharia Mecânica, com ênfase em Refrigeração, atuando principalmente nos seguintes temas: trocadores de calor, dispositivos de expansão, controles, simulação de sistemas de refrigeração, novos ciclos de refrigeração

 

 

 

 

Eng. Mec. JOSÉ CARLOS CAUDURO MINUZZO. Possui graduação em Engenharia Mecânica Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1975). MBA em Gestão Empresarial pela  Suez University, França (2004); Treinamento em turbinas a vapor nas Fábricas da Ansaldo (Itália), SKODA (República Theca) e Nei Parsosns (Inglatera), no período de 1984 e 1987. Sócio fundador da CMS - Consultoria e Engenharia, com 40 anos de experiência no setor elétrico, tendo atuado como Gerente e Diretor, nas áreas de operação, manutenção, planejamento, comissionamento, meio ambiente e P&D de usinas hidroelétricas, termoelétricas (carvão, óleo, gás e biomassa), eólicas e solar, totalizando um parque gerador de 8.765 MW. Atuou ainda como Conselheiro Suplente e Titular de empresas de geração de energia elétrica do Grupo ENGIE, com destaque na organização, planejamento e otimização de recursos e custos. No momento é Conselheiro Suplente em empresa da área de energia e Conselheiro Titular do CREA  SC.



* RESUMO DA PALESTRA: A proposta da palestra de abertura do XVIII CONEMI, é promover um Fórum de debates entre os meios acadêmicos e industriais, ligadas as questões das novas fontes de energias sustentáveis, abordando: O futuro das novas e atuais tipos, e formas de Energia sustentáveis; Perspectivas de expansão das novas fontes renováveis na matriz energética brasileira até 2030; Expectativas para as demais fontes de energia renováveis e não renováveis, como petróleo e gás natural; Como as energias renováveis concorrerão com as fontes energéticas convencionais? e Oportunidades e ameaças acerca da matriz energética brasileira na próxima década.